Resetando o Sistema Político

O maior valor da República instaurada em 5 de outubro de 1988 é a democracia. O nosso Estado Democrático de Direito que vai muito mal das pernas, é verdade. Mas nunca foi bem. Continuamos a peleja para consolidá-lo, para fazer dele um Estado realmente Democrático de Direito. Ah se um texto bonito fizesse tudo! Ah se fosse mágica! Que nada! A democracia exige de nós esforço constante.

 

A democracia é o fundamento da liberdade. Democracia não é só escolher representantes a cada dois anos. Um monte de fruta que não presta entre um monte de fruta ruim. Democracia é poder pensar, falar e escrever livremente. É ter o direito de defender ideias e participar dos destinos da nação. Sem democracia não temos liberdade. Sem liberdade, não podemos lutar por maior igualdade e justiça.

 

O pior é que nós não acreditamos na democracia. Apenas 32% dos brasileiros acreditam que a democracia é a melhor forma de governo. Somos tolos. Ou burros. Ou mais compreensivelmente ignorantes, deseducados. Ainda acreditamos que um déspota pode melhorar a nossa vida sem o nosso esforço. Sem manifestações, sem debate no facebook. Todo mundo quer ser feliz na sua timeline.

 

55% dos brasileiros concordam com a seguinte afirmação: “não importa um governo não democrático, se ele resolve os problemas”. Muitos estão dispostos a sacrificar a liberdade pela eficiência, pela saúde, pelo emprego ou pela segurança.

 

O problema são os cinco mil e quinhentos anos de História. Toda vez que o ser humano abriu mão da liberdade, levou fumo. Tchau eficiência, saúde, emprego, segurança e qualquer outra coisa que se pareça com direitos. Ao invés disso, implorem pelos favores do seu déspota preferido. Ajoelhem-se!

 

E não é que tem gente implorando pela volta do Lula? Assim como tem gente implorando pela permanência do Temer. Em nome da estabilidade econômica! Lula, Dilma, Temer, Aécio e muitos outros são acusados de estar no extenso rol de políticos brasileiros que venderam a democracia para os irmãos Batista, para os Odebrecht e para quem mais pudesse pagar.

 

Teremos que fazer tudo de novo, olhando pra frente. É preciso resetar o sistema político, com uma reforma eleitoral profunda. Sem isso não há representantes do povo. Há paus-mandados dos financiadores de campanha. Sem a reforma eleitoral é inútil falar em Diretas Já. É inútil falar em Constituinte. É inútil falar em Eleições 2018.

 

O melhor começo que conheço está no reformapoliticademocratica.org.br. Faz alguma coisa! Passa lá e assina!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s